Treinamento Funcional

Treinamento Funcional


O treinamento funcional consiste na prática de exercícios que respeitam os movimentos naturais do corpo: Agachar, empurrar, girar, pular e correr estão entre eles. Combinado com outras variações em meio aos treinos regulares, os movimentos executados devem integrar todos os grupos musculares e não trabalhar músculos isolados. Os exercícios são executados nos planos baixo, médio e alto, tanto vertical quanto horizontalmente. Para a realização das atividades, o instrutor começa com prescrições utilizando apenas o corpo. Conforme a evolução do indivíduo, ele inclui acessórios e aparelhos para aumentar os benefícios. Os equipamentos devem ser livres, como halteres, cordas, barras, bolas, fitas, cabos, entre outros. A base dos movimentos naturais é o peso do próprio corpo: Diferente da musculação, que trabalha uma região em cada aparelho, esse tipo de atividade exercita os músculos de forma simétrica durante toda a aula. Muitas pessoas questionam se é recomendável fazer academia e ginástica junto com o treinamento funcional. Fazer musculação para fortalecer as articulações e os tendões e evitar lesões é ótimo, assim como realizar atividades específicas para determinadas regiões como bumbum, pernas, abdômen e ombros. Combinando isso com os exercícios do treinamento funcional, maximizam-se os resultados, secando e definindo o corpo. Treinando funcionalmente, você pode melhorar a coordenação, o equilíbrio, a força e a resistência em todos os membros, assim aperfeiçoando a definição do corpo, aumentando seu desempenho no treino e reduzindo lesões degenerativas e dores. O treino funcional apresenta resultados mais rápidos por conta das diversas áreas em que um mesmo exercício pode trabalhar simultaneamente. Durante esse treino, o sistema neuromotor (pernas e braços trabalhados ao mesmo tempo) é o mais utilizado, gastando mais calorias do que no treino convencional. Para os que buscam massa magra, um cardápio rico em proteínas e pobre em carboidratos também pode ajudar. A proposta é de uma sequencia de exercícios com maior carga e menor repetição, dando um descanso maior entre os exercícios para que os músculos reponham suas energias. É possível levar o treino funcional para casa, atentando-se à respiração e a postura, para que os exercícios não tenham seus objetivos invertidos. Com o posicionamento correto, os movimentos se tornam precisos e a eficiência do treinamento é garantida, definindo o corpo em menos tempo e melhorando sua performance, sem machucar as articulações. Não existem restrições para o treinamento funcional, e não existem distinções entre o treino feminino e o masculino. As mulheres dão ênfase a alguns grupos musculares como o bumbum, enquanto os homens preferem trabalhar o tronco e os braços, mas a base dos exercícios é a mesma. O treinamento também é adequado para todas as idades, sendo adaptado para jovens e idosos. Pessoas que praticaram modalidades esportivas e atividades físicas ao longo da vida se adaptam melhor ao treino. O treinamento funcional é importante para diversas funções do organismo, além das funções estéticas. É essencial para o relaxamento e bom funcionamento do corpo. Para montar seu treino ou tirar dúvidas sobre a atividade, consulte um educador físico e organize seus exercícios.

Veja alguns benefícios que o treinamento funcional gera:
  • Melhora a Postura
  • Ameniza dores nas costas
  • Fortalece o sistema cardiovascular

Vantagens:

  • Fortalece o sistema cardiorrespiratório
  • Coordenação motora
  • Força muscular e equilíbrio
SÃO VÁRIAS AS RAZÕES PARA AS PESSOAS PRATICAREM O TREINAMENTO FUNCIONAL
Fortalecer os músculos das costas, emagrecer, ganhar elasticidade, balancear o corpo são alguns dos motivos, e o seu?